01

Olá pessoal hoje vamos falar de taças e o seu uso adequado para montar uma bela mesa.
Sempre nos deparamos com esse problema na hora de montar a mesa, em que taça servir, então vamos a algumas informações: 
  • Essa taça de modelo grande pede vinhos tintos encorpados.
  • As taças altas e estreitas são ideais para espumantes.
  • Os vinhos Brancos encorpados precisa de taças de tamanho médio.
  • Essa é uma das taças mais comuns, perfeito para vinhos tintos leves.
  • As taças menores são indicadas para as bebidas licorosas, como o xerez e o vinho do Porto
  • A taça intermediária é ideal para o vinho rosê
Vamos aprender como montar uma mesa :

02

Coloque na mesa apenas o que é necessário de acordo com o cardápio.
A disposição dos talheres obedece à ordem em que serão usados, de fora para dentro. As facas ficam à direita, com o corte virado para o prato, e os garfos, à esquerda. As colheres são para os caldos: a maior acompanha o prato fundo comum e a menor é para a sopa servida na tigelinha (se tiver).
No alto do sousplat  base que recebe o prato), vão os talheres de sobremesa. Observe que a colher e faca têm cabos virados para a direita e o garfo fica ao contrário.
O guardanapo de pano dobrado, pode ficar sobre o prato ou à esquerda dele.
Coloque o pratinho de pão no alto, à esquerda. O lado oposto fica reservado às taças, em linha reta ou na diagonal.
A de água mais no centro, depois as de espumante, vinho tinto e vinho branco, nessa sequência.
O chá ou café pode ser servido à mesa ou posteriormente, em outro lugar na casa.
 
 Agora vamos as dicas da semana:
Vamos apresentar a “rainha das uvas brancas” a uva Chardonnay.
03
A uva Chardonnay é originária da França, das regiões de Borgonha e Champagne.
Dela sai um vinho branco dourado, que pode passar por madeira ou não, dependendo do que o enólogo quer fazer.
04
Os aromas também dependem da forma como é feito, se vai passar por barricas ou não. Quando não passa tem aromas de frutas cítricas, limão, maçã ácida e pera. Quando passa por barrica pode ter aromas de maçã assada, manteiga derretida, flocos de aveia, noz-moscada, caramelo, baunilha, fumo de madeira.
 
 É uma das uvas usadas para fazer os famosos Champagnes.
05
ALAMOS
 
DESCRIÇÃO TÉCNICA
Produtor: Alamos (Catena Zapata)
País: Argentina
Região: Mendoza
Safra: 2011
Tipo: Branco Seco
Volume: 750 ml
Uva: Chardonnay 100%
Vinhedos: Vinhedos próprios de altitudes elevadas, Domingo e La Pirámide, todos localizados na província de Mendoza.
Vinificação: Seleção de leveduras. As uvas são fermentadas a temperatura controlada, no máximo 20ºC, por 45 dias. Fermentação Malolática (processo de amadurecimento em barril) parcialmente realizada (70%), para conferir um toque cremoso sem perder o frescor do vinho.
Maturação: Envelhecimento com as borras por 6 meses em barrica de carvalho 100% francês.
Temperatura de Serviço: 11 a 13ºC
Teor Alcoólico: 13,5%
Corpo: Leve
Sugestão de Guarda: de 2 até 3 anos
 Um bom vinho branco chardonnay vai muito bem com um salmão assado, o vinho pode ser um pouco mais encorpado o gosto enfumaçado do salmão faz da combinação uma das mais simples harmonizações com o aclamado vinho branco.
 
Ah, uma dica: se o Chardonnay for mais leve, ele caíra como uma luva (especialmente se servido numa temperatura mais baixa) com tiras de salmão cru, ou seja, se adapta perfeitamente para o salmão no estilo japonês.
 
06

SALMÃO ASSADO

 Ingredientes:

 1 kg de posta de salmão

Suco de 2 laranjas lima

Suco de 1 limão

250 gr manteiga sem sal

Sal à gosto

Pimenta do reino moída na hora

Dill fresco (também conhecido como endro ou aneto, é uma erva de sabor muito delicado)

200 gr de alcaparras

Modo de preparo:
Tempere a posta com sal, o suco da lima e do limão, pimenta do reino moída na hora.
Cubra a posta com a manteiga (untar).
Ponha para assar por 10 minutos em forno pré-aquecido a 160°.
 
 Molho de alcaparras:
 
Levar na frigideira as alcaparras com a manteiga.
Retirar o salmão do forno, cobrir com o molho de alcaparras, e novamente levar o salmão para o forno por mais 10 minutos, finaliza com o dill fresco.
Servir com batatas cozidas regadas ao azeite.
 
Obs.: Se quiser um gosto mais exótico, substitua as alcaparras por um pouco alecrim fresco e retire o dill fresco.
 
Boa semana, até a próxima !!!
 

Anúncios