Conforme adiantei para vocês há um mês no meu instagram (@patyrocchi), esteve rolando aqui em São Paulo a 28ª edição da Casa Cor e, posso falar? Estava incrível! Fui semana passada e simplesmente adorei! Como vi muita coisa legal, decidi elaborar um post totalmente dedicado ao que mais me impressionou na maior mostra de arquitetura, decoração e paisagismo do país, bem como o que pude observar com relação às próximas tendências desse universo. Selecionei diversas fotos para quem não pôde ir – e gosta do assunto – poder se inteirar de tudo o que rolou! 
De um modo geral, os revestimentos, texturas e papéis de parede (tema do nosso último post), estão com tudo! Eles marcaram presença em quase todas as paredes dos ambientes da mostra. Raramente vi uma parede decorada apenas com tintas convencionais, sempre havia um revestimento diferente e criativo, bem como mistura de papéis de parede (o que eu particularmente Amo!) incrementando. O mix de tecidos como couro e linho também se fizeram constantemente presentes.
No que tange às cores, seguindo as tendências da Feira de Milão/2014, notei a presença de materiais em tons cromados e dourados. A arquiteta Brunete Fraccaroli, na temática “Meu Mundo em Chocolate”, arrasou nos tons marrons, verde musgo e dourado, certamente uma aposta de luxo e sofisticação. Outras tendências que me pareceram bem fortes foram as cores sóbrias em tons de fendi, escalas de cinza, marrom e preto. Encontramos essas cores em quase todos os ambientes, muitas vezes contrastando com tons de azul mais fechado e verde oliva – ambos mega em alta, por sinal.
Ainda, en passant, notei a presença de – muita personalidade nas formas geométricas estampadas em quadros e tapetes; – nichos por todos os lados e revestidos por dentro com mármore, madeira ou espelho (lindo de viver!); – mesas de centro formadas a partir de outras menores intercaladas com tamanhos e alturas diversas (destaque para a exposta no “Apartamento da Jovem Artista” idealizado para Tatá Werneck, por Patricia Hagobian – morri! Linda demais!) e, por fim, não poderia deixar de citar a Casa de Campo maravilhosa do top Sig Bergamin – que para quem não o conhece, é aquele arquiteto que com maestria ímpar consegue mesclar cores, listras, flores, madeira, vidro e tornar o ambiente aconchegante e rústico sem perder a funcionalidade. Ele arrasa sempre. Me senti na série do canal GNT ‘’Casa Brasileira’’ quando entrei nesse ambiente…demais! Ah, preciso dizer que a “Sala de banho” idealizada por Eduardo Bessa e Claudia Alionis foi certamente umas das sensações da mostra…simplesmente di-vi-na, sonho de consumo! Mas, chega de falar e vamos às fotos! Enjoy 😉
Post Paty Casa Cor
Espero que tenham gostado, bjinhos!
Anúncios